QUÍMICA PERFEITA.
 EDITORA: Underworld.
 ANO: 2011.
 PÁGINAS: 307.

 SINOPSE:
Os garotos do instituto Fairfiel, do subúrbio de Chicago, sabem que South Side e North Side não se misturam. Assim, quando a líder de torcida Brittany Ellis e o marginal Alex Fuentes são obrigados a trabalhar juntos como parceiros de laboratório na aula de química, os resultados prometem ser explosivos. Mas nenhum deles estava pronto para a reação química mais surpreendente de todas: O amor. Poderão romper os preconceitos e estereótipos que os separam?





Algumas vezes eu lia em algum blog uma resenha mais que favorável a esse livro e pensava: Preciso ler! Sei que os livros da editora Underworld são muito desejados, e acho que é justamente pelo preço não muito acessível. Acabei encontrando o meu na Livraria Curitiba e, mesmo custando R$ 39,90, eu não hesitei em comprar. Acho que foi o marcador que me seduziu! Rsrs

A patricinha Brittany Ellis é linda, rica e popular. O marginal Alex Fuentes é lindo, porém pobre e perigoso. Ao menos é essa a impressão que ambos tentam passar para o restante do mundo, escondendo as fraquezas que cada um possui. Mas quando ambos são obrigados, por uma professora mais do que rigorosa, a formar uma dupla para um trabalho de química é que tudo muda. Alex é instigado por um colega da sua gangue a participar de uma aposta: ele tem dois meses para conseguir levar a patricinha Brittany para a cama. 

Química Perfeita abordou temas muito interessantes, tenho que confessar. Ao passo que Brittany se divide em duas para dar atenção à irmã doente e superar as expectativas da mãe exigente, Alex é obrigado a fazer trabalhos sujos para o líder da gangue na qual participa e cuidar para que os irmãos não tenham o mesmo destino que ele. O mais interessante é que tudo isso sempre foi feito sem levantar suspeitas para o mundo exterior, até que ambos encontram um no outro o conforto e apoio que precisam e passam a não fazer mais questão de se esconder atrás de uma máscara.

É claro que ambos passam por muitas dificuldades nesse processo, mas a autora conseguiu fazer com que o leitor sofresse junto com os seus personagens alternando a narrativa de um para o outro a cada capítulo. Eu não achei em nenhum momento que Brittany fosse frívola ou superficial e nem mesmo que Alex fosse realmente um bandido. Ambos me conquistaram do seu jeito.

O livro todo merecia uma nota alta, e a editora Underworld fez um ótimo trabalho nele porque a capa e os detalhes são simplesmente lindos! O meu problema com esse livro foi realmente pessoal, nada que vá atrapalhar a leitura de alguém que goste do estilo. Eu só me apego a um romance em duas ocasiões: quando ele se passa em uma época diferente da minha, como por exemplo, algum romance épico ou alguma distopia, ou então quando envolve algum tema sobrenatural. Outros livros do gênero que não abordem um desses temas não conseguem me conquistar ou me fazer ficar suspirando por aí. 

Enfim, recomendo muito o livro para aqueles que gostam de um romance marcado por grandes obstáculos e que aceitem o fato de que os personagens não são perfeitos. Por razões pessoais, como já expliquei anteriormente, minha nota para ele é 3,0.

Aposto que quem leu amou, e quem não amou foi porque não leu. Mas não faz o meu tipo mesmo, até já o troquei pelo skoob por O Vampiro Lestat, que estou louca pra ler (e que estava tão barato quanto qualquer outro livro da Rocco). 

Primeira resenha do blog! Espero que gostem!

0 comentários:

O BLOG


Somos a Andressa e a Amanda (Táta) e estamos procurando deixar os bookaholics assim como nós cada vez mais por dentro do universo literário através de novidades e resenhas!

Followers

FOLLOW BY E-MAIL

ANDRESSA ESTÁ LENDO

TÁTA ESTÁ LENDO

LINK-ME


PARCEIROS

ARQUIVO

Tecnologia do Blogger.
.
.