SÉRIE: OS VAMPIROS DE MORGANVILLE #2.
 EDITORA: Underworld
 ANO: 2011
 PÁGINAS: 240.
 SINOPSE:
BOA NOTÍCIA, MENINAS: SEUS ACOMPANHANTES ESTÃO AQUI! Claire Denvers tinha sua cota de dificuldades – como ser o gênio em uma escola que valoriza mais a beleza do que a inteligência, lidar com as garotas homicidas do seu alojamento e, acima de tudo, descobrir que a cidade onde se localiza sua faculdade é dominada por vampiros. Vendo a situação pelo lado positivo, ela tem um ótimo companheiro de quarto (que costuma desaparecer ao nascer do sol) e um novo namorado chamado Shane… cujo pai, um caçador de vampiros, chamou reforços: uma gangue de motoqueiros que gosta mais de matar do que de qualquer outra coisa. MÁ NOTÍCIA, GAROTAS: ELES ESTÃO MORTOS.


 
Eu nem sequer tinha lido ainda Casa Glass e já comprei a continuação, embora a belíssima capa tenha me chamado a atenção, eu não teria comprado se tivesse lido Casa Glass antes. Mas não foi um mau negócio, já que a continuação provou ser bem melhor.

Embora a sinopse e o nome sugiram que toda a trama se passe a certa do Baile da Garota Morta, na realidade nós ouvimos falar bem pouco nele. Toda a trama gira em torno de Claire, Eve e Michael fazendo o impossível para tentar impedir o pai de Shane, um motoqueiro com sede de vingança e vários companheiros, de matar vampiros e causar problemas para os habitantes da Casa Glass. Rachel Caine escreve um livro do estilo: quando pensamos que está acabando, percebemos que era só o começo.

Claire não é uma personagem que nos faz ter ódio dela, mas as situações nas quais ela se coloca nos deixa um pouco irritados. É uma personagem corajosa, e por incrível que pareça sempre tem sorte, mas nós sabemos que chega até mesmo ser irracional o risco em que ela se coloca durante o livro inteiro e o fato de ela sempre sair ilesa dessas situações. Em Casa Glass eu achei isso mais absurdo, mas em Dança das Garotas Mortas, quando parece que a cidade já conhece a existência dela, dá pra compreender um pouco da sorte que ela tem. Mas só um pouco.

Eve e Michael, agora tendo um romance assumido, são um bom casal, mas não encantam muito. Talvez seja porque vejamos tudo da perspectiva de Claire, mas não senti tanta afinidade entre eles. Parecem que são um casal meio forçado... já que Michael é obrigado a permanecer dentro da casa e Eve é uma das únicas moradoras de lá – com exceção de Claire.  Já o romance entre Claire e Shane é bem mais engraçado, não romântico, mas real e engraçado. Embora eles tenham poucas dessas cenas juntas.

Dança das Garotas Mortas superou as expectativas, pois, desta vez temos muito mais ação e vemos personagens dos quais não gostamos em Casa Glass simplesmente apavorados!  O livro te dá um soco no estômago atrás do outro, trás novos personagens muito interessantes e te deixa sem fôlego. Rachel Caine com certeza melhorou muito neste livro. Recomendo!

A Editora Underworld ainda não lançou o 3° livro da série aqui no Brasil e nem sei se realmente vai lançar (não fiquei sabendo de nada). Eu não tenho tanta curiosidade em terminar essa série, mas pra quem tem e domina o inglês vale a pena encomendar!
Postaremos a caixinha de correio amanhã ;)
xoxo

1 comentários:

Juliana Pires disse...

Eu gostei de Casa glass, apesar de ter achado meio arrastado, detesto climax só no final. Eu ainda não li esse livro, mas pretendo em breve, eu gostei da série, e espero que a editora não demore muito nos lançamentos.

bjks

O BLOG


Somos a Andressa e a Amanda (Táta) e estamos procurando deixar os bookaholics assim como nós cada vez mais por dentro do universo literário através de novidades e resenhas!

Followers

FOLLOW BY E-MAIL

ANDRESSA ESTÁ LENDO

TÁTA ESTÁ LENDO

LINK-ME


PARCEIROS

ARQUIVO

Tecnologia do Blogger.
.
.